You are here

Home » Publicações

PeCont


O que é?


É um Banco de Dados que contém informações sobre as Dissertações e Teses produzidas em Programas oficiais de Pós-Graduação em Contabilidade no Brasil. Para iniciar uma pesquisa, clique ao final desta página.

Conteúdo


Contém as seguintes informações: Título da Dissertação ou Tese, Autor, Orientador, Tema/Área, Ano de conclusão e Instituição.

Objetivos


Permitir que professores, pesquisadores, estudantes e o público em geral possam conhecer e acessar as principais informações sobre Teses e Dissertações em Contabilidade produzidas no Brasil.

Abrangência


Inclui todas as Dissertações de Mestrado e Teses  de Doutorado geradas em programas oficiais de Pós Graduação “strictu sensu” em Contabilidade no Brasil. (Algumas em fase de atualização).

  • USP - Universidade de São Paulo
  • ISEC/FGV - Instituto Superior de Estudos Contábeis da Fundação Getúlio Vargas
  • UFC - CE - Universidade Federal do Ceará
  • PUC - SP - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
  • UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • FACESP -  Faculdade de Ciências Econômicas de São Paulo
  • UERJ - Universidade Estadual do Rio de Janeiro
  • FVC - BA - Fundação Visconde de Cairu
  • UNISINOS - Universidade do Vale do Rio dos Sinos
  • UNB - Universidade de Brasília
  • FUCAPE - Fundação Instituto Capixaba de Pesquisas em Contabilidade, Economia e Finanças
  • UFSC - Universidade Fereral de Santa Catarina

Quantidade de títulos


Contém  mais de 400 títulos, produzidos desde 1962.

Histórico


Iniciado em 1999, este foi primeiro estudo abrangendo o Brasil, e que analisa a distribuição, as características e a evolução dos textos acadêmicos de contabilidade produzidos em Universidades Brasileiras entre 1962 e 1999, e que é atualizado continuamente.Para este estudo foi inicialmente considerada a produção das instituições cujos programas de mestrado e doutorado em contabilidade tinham a autorização oficial do Ministério da Educação - MEC. (veja o item Atualização abaixo)

Mestrado e Doutorado da Fac. de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo

Mestrado da Fac. de Economia, Administração, Contabilidade e Atuária da Pontifícia Universidade Católica/SP
Mestrado da Fac. de Administração e Finanças da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (esta escola recebeu a partir do ano de 1984 toda a produção do Mestrado em Contabilidade da ISEC/FGV)

Metodologia de pesquisa


Os dados foram extraídos e agrupados a partir da leitura das seguintes seções dos textos: Abstract, Conclusão e Metodologia.

Foi utilizada análise multidimensional para compreender as tendências das Dissertações e Teses, segundo:  Ano de conclusão, Métodos de pesquisa utilizados, e  variação de temas.  Esses resultados iniciais encontram-se em trabalho apresentado no 11º Asian -Pacific Conference on International Accounting Issues - Austrália - 1999 e posteriormente publicado na Revista de Contabilidade e Finanças editada pela FIPECAFI.

Algumas conclusões - Primeiras Análises - Paper apresentado no 11º Asian -Pacific Conference on International Accounting Issues - Austrália - 1999 (arquivo para download ao final da página). A análise focou as tendências quanto ao número de Dissertações e Teses por ano, método de pesquisa empregado e a variação temática coberta nos campos de pesquisa em contabilidade.  Alguns dos resultados revelam que, embora a contabilidade financeira represente 18% do total, a maioria foi produzida entre 1985 e 1990, e de 1997 a 1999 reduziu-se para 13%. Educação na contabilidade teve um pico entre 1988 e 1990 e vem caindo progressivamente desde então.

A Contabilidade internacional vem crescendo desde 1988, mas não esteve acima dos 4%, ainda baixos comparando-se com o avanço da globalização na economia brasileira. A Contabilidade Gerencial é a temática predominante, 21%,  ficou estável até 1991 e, desde então, indica uma tendência a redução.

Quanto à área empresarial, 77% se referem à parte conceitual (genérico) , e 23% é voltado para uma área empresarial específica. Bancos (28%), setor público (13%) e Agrícola (10%) são as três áreas empresariais mais pesquisadas.

Atualização do banco de dados


Após o estudo publicado, o Prof. Riccio e equipe do TECSI  desenvolveram um Banco de Dados e um sistema de atualização que se baseia nos seguintes aspectos:

  • Novos programas de Mestrado e Doutorado autorizados pelo MEC
  • Produção de Dissertações e teses produzidas nesses programas (esta atualização é feita semestralmente junto à secretaria de cada uma das Faculdades)

A Pesquisa Contábil nas Universidades Brasileiras


Faça o download aqui.

Portuguese, Brazil